Unidade instalada em Piracicaba atende 52 cidades, entre elas Americana, Santa Bárbara d’Oeste e Nova Odessa

O deputado federal Vanderlei Macris (PSDB) esteve na tarde desta terça-feira (14) no 10° Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia), com sede em Piracicaba (SP), para informar que a emenda no valor de R$ 300 mil já está disponível. O recurso será utilizado para compra de equipamentos modernos de uso táticos, totalizando 18 itens.

O deputado Macris e o ex-vereador de Piracicaba, maestro Jonson, foram recepcionados pelos oficiais da PM, major Golini, capitão Faria e o 1º tenente Lavezzo, que representaram o tenente-coronel Fernando Souza, responsável pelo batalhão.

“Estou muito feliz em poder anunciar esse importante investimento na área da segurança pública para região. A gente está sempre pronto para poder ajudar esse importante batalhão. Parabenizo a todos policiais pelo trabalho desempenhado em prol do cidadão e cidadã de bem”, ressaltou Macris.

O major Golini agradeceu o esforço em prol do Baep. “Esses equipamentos fazem muita diferença e oferecem muito mais segurança, sendo de extrema importância e o deputado nos ajudou a almejar o que sempre queríamos. Isso nos deixa mais preparado para defender a população”.

Acompanhando o deputado Vanderlei Macris, o ex-vereador maestro Jonson agradeceu o esforço do parlamentar para a destinação da verba. “Agradeço ao deputado pela conquista que atende a região, principalmente, a cidade de Piracicaba. É mais um investimento que o deputado destina para a nosso município”.

Próximo de completar dois anos de existência, o 10° Baep conta com um efetivo de quase 200 policiais e 30 viaturas, atendendo 52 municípios da região, seguindo o padrão do policiamento de Choque e da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar).

Macris foi o primeiro deputado a destinar recursos ao 10° Baep. “Com a verba do deputado, conseguimos adquirir mais do que pretendíamos. Um investimento que veio em boa hora para que pudéssemos comprar equipamentos importantes para o batalhão”, comemorou o capitão Faria.

Os policiais estão preparados para patrulhamento tático; gerenciamento de crises e negociações com reféns; busca e localização de artefatos explosivos; conduta de patrulha em locais de risco; controle de multidões; e policiamento em eventos e praças desportivas.