Está marcada para a próxima terça-feira (22), às 9h (o horário foi alterado), a audiência pública com o ministro da Infraestrutura na Câmara dos Deputados para esclarecimentos sobre as últimas ações para a implantação do Trem Intercidades e a série de leilões realizados pelo governo federal.

O ministro Tarcísio Gomes de Freitas foi chamado pelo deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP) na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara, que tem por atribuição o “acompanhamento e fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial da União”. “O desenvolver do Trem Intercidades tem grande interesse da população paulista e, também, é assistido e idealizado por diversas estados da federação. A renovação da concessão antecipada da malha ferroviária onde transitará o Trem foi assinada entre a ANTT e a Rumo em maio do ano passado. Falta, agora, a renovação do contrato com a MRS, que, segundo informação, está em análise, mas deve acontecer nos próximos meses”, informa o parlamentar.

Macris ressalta que o projeto do trem de passageiros de média velocidade, moderno e confortável é uma significativa realização para desafogar o transporte rodoviário e possibilitar uma viagem mais ágil para a população, diminuindo, também, os custos do deslocamento. O modal ainda é ambientalmente correto por reduzir a emissão de poluentes.

Sobre a série de leilões, o governo licitou diversos aeroportos, portos e ferrovias em todo o país no primeiro semestre, outros ainda serão realizados. “Segundo o governo, a expectativa para 2021 é que sejam concedidos 50 empreendimentos à iniciativa privada, o que garantirá, nas avaliações do Ministério da Infraestrutura, mais de R$ 140 bilhões para o setor. O Congresso Nacional precisa debater com o ministro as iniciativas das concessões e como serão aplicados estes recursos, de forma a, de fato, atender aos cidadãos”, argumenta o parlamentar.