Essa é a segunda comissão parlamentar de inquérito registrada em 2019

O deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP)protocolou na tarde desta segunda-feira (4) requerimento para a criação da CPI do BNDES. Segundo o parlamentar, a comissão terá ação aprofundada na investigação dos contratos entre 2003 e 2015, em especial nos acordos internacionais.

Macris destaca que conta com a força das bancada do governo para investigar as irregularidades e ilicitudes que, segundo o parlamentar, foram mantidas em segredo da população. “Mesmo que esta Casa já tenha realizado apuração, é imprescindível se debruçar nos dados mantidos na conhecida ‘caixa preta’ do BNDES. A situação política então vigente impediu que abríssemos esses dados, mas aqui não cruzaremos os braços”, declarou.

Bilhões de reais foram destinados a outros países, sem investimento no Brasil. “Foram R$ 4,1 bilhões financiados em projetos da Odebrecht em Gana, República Dominicana, Venezuela e Cuba. Nada deste montante investido no nosso país”, criticou o parlamentar.

(Foto 1: Deputados Celso Sabino (PSDB-PA), Macris e Coronel Chrisóstomo (PSL-RO). Foto 2: Entrevista para a repórter Helosia Torres, da GloboNews.)