O Blog do Josias publicou no último domingo, dia 6, uma matéria sobre a coerência dos deputados federais na votação do afastamento de Eduardo Cunha, Dilma Rousseff e Michel Temer. Dos 513 parlamentares, somente 108 votaram pela deposição dos três, um deles é o deputado Vanderlei Macris.

O texto considera que “em política, como na vida, a coerência é um caminho sem volta”. E que somente 21% do total dos políticos da Câmara dos Deputados foram condizentes com o discurso pela ética e responsabilidade na decisão da cassação do deputado Eduardo Cunha, do impeachment da então presidente Dilma Rousseff e da continuidade do processo contra o presidente Michel Temer por corrupção passiva.

Para o deputado Vanderlei Macris, seu posicionamento representa sua crença e a preocupação com a coerência na sua trajetória. “A minha vida pública jamais me permitiu vacilar sobre temas importantes a que fui instado a me posicionar, e nestas votações segui o que acredito ser correto”, disse. “Não podemos ser flexíveis com o jeitinho. Temos que ser intransigentes com deslize moral e nunca deixar os nossos ideais de lado”, finalizou.

O PSDB, com 19 deputados, é o partido mais numeroso da lista.

Clique aqui para conferir a íntegra da reportagem.