O deputado Vanderlei Macris protocolou requerimento na Comissão de Viação e Transportes (CVT) da Câmara dos Deputados no fim da tarde desta segunda-feira (31) solicitando a realização de audiência pública para tratar da devolução da concessão do Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), para o governo federal. A intenção é que o pedido seja votado na reunião da CVT na próxima quarta-feira (2), e, sendo aprovado, seja marcado com urgência.

O documento pede a presença de todos os segmentos envolvidos no processo daquele Aeroporto, como o ministro dos Transportes, o Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência da República, as concessionárias de transportes de passageiros e cargas, a Infraero, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o Prefeito de Campinas e o economista da Unicamp Pedro Paulo Zahluth Bastos.

“É preciso fazer um debate detalhado sobre as consequências desta devolução porque há muitos investimentos na região motivados pela concessão. Temos que saber o que o governo pretende fazer, quais os caminhos a seguir, se haverá relicitação, enfim, quais as medidas que serão tomadas diante da desistência da Aeroportos Brasil, o consórcio que administra o Viracopos”, pontua o deputado Macris.

Como membro da Comissão de Viação e Transportes e atuante na Região Metropolitana de Campinas, Macris acompanha de perto o assunto e garante que participará de todos os movimentos para preservar este investimento. “O Aeroporto Internacional de Viracopos foi eleito sucessivas vezes o melhor terminal aéreo do País em pesquisa de satisfação realizada com passageiros. A perspectiva que ele seja o maior da América Latina. Não se pode ignorar esses resultados positivos”, destaca o parlamentar.

A Aeroportos Brasil assumiu Viracopos em 2012 e a concessão deveria valer por 30 anos. A notícia que os acionistas das empresas responsáveis pelo aeroporto irão devolver a concessão ao governo federal foi veiculada na imprensa na última sexta-feira, dia 28.