Parlamentar destaca que o setor precisa voltar a produzir e empregar mais

O deputado Federal Vanderlei Macris (PSDB-SP) é o novo líder da Frente Parlamentar Mista José Alencar pelo Desenvolvimento da Indústria Têxtil e da Confecção no Brasil. O evento de transferência de liderança da frente parlamentar acontecerá na próxima quarta-feira, dia 3.

Em seu pronunciamento no Plenário da Casa nesta quarta-feira (26), o parlamentar destacou que aceitou o convite “porque acredita no setor; acredita na potencialidade e inovação da indústria têxtil nacional; e sabe da importância da indústria para o fortalecimento do Brasil”.

Macris ressaltou que o país é a quarta maior cadeia produtiva integrada do mundo. Segundo ele, são 33 mil empresas em todo o território nacional que empregam, diretamente, 1,5 milhão de trabalhadores. “A maioria mulheres, muitas das quais chefes de família”, disse.

Apesar do setor Têxtil e de Confecção ter faturado cerca de R$ 130 bilhões no ano passado, a produção caiu consideravelmente nos últimos anos. De acordo com Macris, em 2015 a produção têxtil caiu 14,6% e a de confecção 10,8%, fazendo com que área perdesse 98.825 postos de trabalho com carteira assinada. Já em 2016, a produção têxtil declinou outros 4,5%, a de confecção mais 5,8%, o que culminou em menos 30.070 postos de trabalho com carteira assinada. “Em apenas dois anos, 130 mil trabalhadores perderam seu sustento”, alertou.

“É com direcionamento no trabalho, na inovação e na tecnologia, modernização indispensável para uma nação que objetiva o desenvolvimento e o progresso, que a Frente Parlamentar da Indústria Têxtil e da Confecção ressaltará seus grandes empenhos. E a indústria tem o meu compromisso”, evidenciou Macris.

A transferência de liderança da Frente Parlamentar acontecerá no próximo dia 3, às 17h, no Plenário 16 da Câmara dos Deputados. O último líder foi o deputado Henrique Fontana (PT-RS).

Para assistir ao discurso do deputado Macris clique aqui.

(Foto: Alexssandro Loyola)