*Clipping

PSDB na Câmara - 22/03/2017

Na tarde desta quarta-feira (22), deputados do PSDB acompanharam a cerimônia de posse de Alexandre de Moraes como novo ministro do Supremo Tribunal Federal. Ex-ministro da Justiça, ele assumiu a vaga deixada por Teori Zavascki, que faleceu em acidente aéreo há dois meses no litoral do Rio de Janeiro. Para os tucanos, a Corte ganha um magistrado preparado para a função.

Em sua primeira entrevista como ministro do Supremo, Moraes afirmou ter convicção de que seu trabalho pode ajudar o Supremo na defesa dos direitos fundamentais, no equilíbrio entre os poderes, e no combate à corrupção e à criminalidade. Além de sua vasta atuação como jurista, o magistrado foi secretário de Estado de Segurança e de Justiça em São Paulo e ocupava o cargo de ministro da Justiça e da Segurança Pública quando foi indicado pelo presidente Michel Temer ao STF.

Para o deputado Vitor Lippi (SP), a escolha de Moares para ocupar um assento na mais alta corte do país foi justa diante de seu profissionalismo e vasta experiência na área jurídica. “Esse é um reconhecimento, pois Moraes tem sido uma pessoa, apesar de jovem, que sempre se destacou nessa área. Trata-se de um profissional diferenciado, muito inteligente, profundo conhecedor do Direito e já reconhecido por suas atividades profissionais”, avaliou. O deputado acredita que o Supremo se fortalece com a chegada de Moraes, por sua postura idônea e altíssima qualificação. 

Na avaliação do deputado Nilson Leitão (MT), o currículo de Moraes o credencia ao posto. “A capacidade jurídica dele e o conhecimento profundo da área são pontos que se destacam. Nos últimos dez anos, a geração que estudou Direito Constitucional no país o fez com os livros de Alexandre de Moraes. A república brasileira e o STF ganham muito com sua presença na Suprema Corte”, observou.

O deputado Vanderlei Macris (SP) também elogiou o novo ministro. Nas palavras do tucano, Moraes tem um passado reconhecido como jurista renomado, tanto por seu trabalho quanto por seus escritos.  “Com certeza dará uma grande contribuição para a Justiça brasileira. Tenho certeza que a indicação dele foi bastante acertada, tanto é que a aprovação se deu de maneira muito tranquila. Vemos nisso tudo que as instituições estão funcionando, o Brasil está seguindo sua trajetória e a indicação de um novo ministro é um marco importante para o Supremo”.

OPERAÇÃO LAVA JATO

O ministro Teori, que antecedeu Moraes no cargo, ocupava a função de relator da Operação Lava Jato quando, tragicamente, morreu em janeiro deste ano. Macris afirma que a continuidade das investigações e dos processos, que hoje estão sob a relatoria do ministro Edson Fachin, demonstra que ninguém pode parar a Lava Jato. Para ele, todos os rumores de que a operação poderia ser abafada foram aniquilados.

“Ninguém parou e nem vai parar a operação. A Lava Jato é uma conquista da sociedade. Esse movimento importante que existe hoje de tentar viabilizar uma solução para os problemas da corrupção é algo que a sociedade exige e quer. Por isso vamos continuar apoiando a operação, que é um marco revolucionário na história do Brasil”, afirmou.

A solenidade de posse de Moraes foi rápida, durou menos de 15 minutos, e reuniu no STF as mais altas autoridades do país, entre as quais o presidente Michel Temer e os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE). Presidente da Suprema Corte, a ministra Cármen Lúcia foi a anfitriã do evento. Magistrados de tribunais superiores, ministros aposentados do Supremo, comandantes das Forças Armadas, governadores, prefeitos e diversos parlamentares também prestigiaram a posse.

(Reportagem: Djan Moreno/foto: Alexssandro Loyola)

Matéria publicada: http://www.psdbnacamara.com.br/wordpress/?p=167592

*Clipping - Este material não é de autoria da Assessoria do Deputado Federal Vanderlei Macris. São notícias selecionadas que constam a participação do parlamentar.