Um grupo de oito atletas paralímpicos se reuniu com a bancada do PSDB na Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (8). Eles solicitaram apoio ao impasse que está impedindo alguns esportistas de receberem o Bolsa Atleta.

A bancada interrompeu o Ciclo de Debates sobre Reforma Trabalhista e receberam os esportistas para tomar conhecimento do problema. A Lei do Bolsa Atleta é de 2004, e, em nome da comitiva, Gévelyn Almeida, praticante de Atletismo em Cadeira de Rodas, explicou que uma Lei de 2015 estabeleceu o recolhimento obrigatório previdenciário de 20% para todos os que recebem acima de um salário mínimo. Isso provocou, segundo ela, “um problema social muito grande”. Na opinião dos atletas, a cobrança deveria ser facultativa.

Os outros integrantes do grupo são: Elizabeth Rodrigues Gomes, paratleta das modalidades de Arremesso de Peso e Lançamento de Dardo; Antônio Tenório, tetracampeão paraolímpico no Judô para Deficiente Visuais; Rosália Ramos da Silva, da seleção de Basquete em Cadeira de Rodas; e Washington Moura, profissional de Rugby em Cadeira de Rodas.