Imprimir
Categoria: Notícias

*Clipping

PSDB.org – 07/02/2017

Investimento mais popular do país, a caderneta de poupança começou o ano com perda de quase R$ 11 bilhões. Este é o segundo pior resultado para o mês de janeiro desde o início da série histórica, em 1995. O valor é consequência do baixo número de aplicações – que somaram R$ 166 bilhões – em relação aos saques, que totalizaram 176 bilhões no mês.

O deputado federal Vanderlei Macris (PSDB-SP) lamenta que o Brasil ainda sinta na pele a recessão deixada pelo governo do PT, mas ressalta que o país não deve perder a oportunidade de fazer as reformas necessárias para a retomada do crescimento. “Ainda é um reflexo da crise pela qual estamos passando. E não podemos agora, aproveitando essa oportunidade, deixar de fazer as reformas que [o país] precisa. Então nós estamos no caminho das reformas, mas pagando ainda um preço muito alto.”

Apesar de o mês de janeiro ser tradicionalmente o menos econômico das famílias, que costumam ter mais despesas com material escolar e impostos nesse período, Macris aponta o desemprego, o baixo crescimento econômico e a queda na renda do trabalhador como fatores que também explicam o déficit na poupança. Para o tucano, o atual governo precisa recuperar a confiança da sociedade, perdida em anos anteriores.

“As dificuldades que a sociedade está passando, que os desempregados passam, tudo isso é levado em conta nessa queda de déficit da poupança em nosso país. Nós esperamos que esse processo de reversão da crise possa apontar para a confiança da sociedade brasileira no governo novamente, que as pessoas comecem a recuperar os empregos e a voltar para a poupança”, afirmou o tucano.

O estoque do investimento na poupança está hoje em pouco mais de R$ 658 bilhões, já considerados os rendimentos do mês de janeiro.

Matéria publicada: http://www.psdb.org.br/poupanca-inicia-o-ano-com-perda-quase-r-11-bilhoes/

*Clipping - Este material não é de autoria da Assessoria do Deputado Federal Vanderlei Macris. São notícias selecionadas que constam a participação do parlamentar.