*Clipping

PSDB.org - 04/01/2017

Pela sobrevivência do Sistema Único de Saúde (SUS), o deputado federal Vanderlei Macris (PSDB-SP) espera que, em 2017, seja concluída a votação da Proposta de Emenda à Constituição 01, de 2015, conhecida como PEC da Saúde. De autoria do tucano, a proposição estabelece pisos maiores para os gastos da União com saúde pública. Macris ressalta que a aplicação de mais recursos vai assegurar um atendimento mais digno à população.

“Essa emenda constitucional já foi votada em primeiro turno, e nós estamos aguardando a votação da emenda para recuperar o trabalho e a luta por aumento de recursos na área da saúde. Então, essa é a grande luta que eu desenvolvi nesse tempo e espero poder dar minha contribuição para a saúde em nosso país.”

A matéria fixa o paralelo para a aplicação mínima de saúde em 19,4% da Receita Corrente Líquida dentro de alguns anos. Frente à sanção do Novo Regime Fiscal, o deputado espera garantir esse financiamento dentro do orçamento federal, e ressalta que a proposta não é incompatível com o teto estabelecido pelo governo.

“Precisa de financiamento, que tem necessidade de aumento de financiamento. E é uma luta que nós vamos travar a partir de agora dentro do orçamento federal, uma vez que aprovada essa emenda do teto, a gente tenha condições de poder melhorar a saúde do povo brasileiro.”

A PEC foi aprovada em março do ano passado na Câmara, e ainda precisa ser aprovada em segundo turno para seguir para votação no Senado Federal.

Matéria publicada: http://www.psdb.org.br/em-defesa-do-sus-macris-quer-aprovacao-da-pec-da-saude-em-2017/

*Clipping - Este material não é de autoria da Assessoria do Deputado Federal Vanderlei Macris. São notícias selecionadas que constam a participação do parlamentar.