Nesta terça-feira (1º), no Plenário da Câmara dos Deputados, o deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP) fez um desabafo quanto ao rumo dado ao Brasil pelo PT. De acordo com o parlamentar, o partido que está há quase 12 anos no poder não “teve competência para promover efetivamente um plano para o Brasil”.

Discursando pela liderança do PSDB, Macris criticou a desindustrialização brasileira, a crise no setor energético, o desmonte da Petrobras e a inabilidade gerencial da presidente Dilma Rousseff. Para o deputado, a invasão de produtos asiáticos no Brasil tem arruinado o setor têxtil e de confecção, o que chamou de “processo de deterioração da economia brasileira”.

Quanto aos apagões que sofrem as cinco regiões do país, Macris informa que o Brasil não pode se desenvolver, pois não tem propensão. “Se nós tivermos que crescer 6 ou 7% ao ano, nós não teremos energia capaz de garantir esse crescimento.  Ou seja, vamos botar o pé no freio do crescimento porque não temos energia capaz de poder garantir o crescimento do nosso país no setor da economia”, criticou.

A Petrobras, na opinião do parlamentar, sofre o pior gerenciamento do Partido dos Trabalhadores. “Essa Petrobras que foi usada, vilipendiada por um partido político chamado PT, mostrando o carimbo na testa ao longo desses anos todos, com excesso de propaganda da Petrobras e que se vê, agora, na lama. Que se vê, agora, diante de uma gestão desastrosa como foi conduzida pela presidente Dilma nos últimos anos.”

“É impressionante como esse país está à deriva. É impressionante como o governo tenta vender, ao longo do tempo, uma coisa que não é. E os brasileiros estão, ao longo destes últimos anos, assistindo uma deterioração de um governo que foi incapaz planejar”, finalizou Macris.

(Foto: Alexssandro Loyola)