Membro da Frente Parlamentar da Indústria de Máquinas e Equipamentos – FPMAQ, o deputado federal Vanderlei Macris (PSDB-SP) participou, na tarde desta quarta-feira (22), de reunião com o ministro das Relações Exteriores José Serra. O encontro foi realizado para debater a situação do setor no mercado mundial.

No prédio da pasta, a Frente destacou ao ministro que a falta de previsibilidade do câmbio pode favorecer nas exportações, onde o Brasil tem boa aceitação, mas precisa contar com a atuação do governo. "Como a demanda interna vai demorar para voltar [a crescer], temos que partir para a exportação para ampliar as vendas", destacaram os representantes da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), entre eles o presidente do Conselho de Administração da entidade, João Marchesan.

“A indústria brasileira tem apresentado dados surpreendentes lá fora. Enquanto a demanda interna caiu e as exportações reduziram no ano passado, a participação na receita [líquida] total do setor de máquinas e equipamentos no comércio mundial subiu para 32,9%, quando em 2012 era de 21,7%”, explicou Macris.

Ainda segundo o parlamentar, outro indicador favorável à competência internacional está no destino das exportações brasileiras. Pelos dados de 2015, 18,16% foram destinados aos Estados Unidos, enquanto 41,6% foram embarcados para a América Latina e 17,59% para a União Europeia.

O ministro Serra se comprometeu em analisar a situação e estudar as propostas.

A FPMAQ também já se reuniu com o presidente da República interino, Michel Temer, e com os ministros da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, e do Trabalho e Previdência Social, Ronaldo Nogueira, entre outras autoridades.