A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara dos Deputados aprovou na manhã desta quarta-feira (18) a obrigatório do comparecimento de investigados e réus às Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs). A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 115, de autoria do deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP), recompõe o poder de apuração das CPIs.

A Comissão Parlamentar de Inquérito do BNDES, presidida por Macris, ficou impossibilitada de ouvir vários convocados pela oficialização da dispensa de comparecimento proferida pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Mesmo a Constituição Federal estabelecendo poder de apuração às CPIs, 21 habeas corpus foram apresentados. Outras dispensas também atrapalharam os trabalhos da CPI de Brumadinho. 

Anúncio foi feito ao prefeito Bill e a primeira-dama Andréa pelo deputado federal Vanderlei Macris

*Clipping

Prefeitura de Nova Odessa – 02/09/2019

As escolas Silvania Aparecida Santos (Santa Luiza) e Dorti Zambello Calil (Bela Vista) serão as duas primeiras unidades mantidas pelo governo estadual com ensino em período integral. Sonho antigo do prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza e da primeira-dama Andréa Souza, o anúncio foi feito nesta segunda-feira (2) pelo deputado federal Vanderlei Macris (PSDB), no gabinete do chefe do Poder Executivo. Ao todo, serão beneficiados 1.310 alunos que estudam nas duas escolas.

*Clipping

BR Político - 29.08.2019

Marcelo de Moraes

Presidente da CPI do BNDES e autor do requerimento que originou sua criação, o deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP) não tem dúvidas em afirmar que o relatório final da comissão vai mostrar que irregularidades graves foram cometidas com recursos do banco. Prevista para terminar em 22 de setembro, a CPI deverá ter uma prorrogação por mais trinta dias, até outubro, por conta do grande volume de dados que tem chegado para o exame da comissão. Em entrevista ao BRP, Macris afirma estar convencido que “o BNDES foi instrumento de interesses econômicos e políticos também”. E aponta a principal responsabilidade para os governos petistas. “O BNDES foi usado pelo PT, principalmente, e por outros partidos e grupos políticos também. Tal qual foi a Petrobrás”, diz.

O deputado federal Vanderlei Macris anunciou, na última sexta-feira (16), junto ao prefeito de Hortolândia, Angelo Perugini, e ao presidente do PSDB no município, Rogério Mion, recursos de R$ 1 milhão. O investimento, proveniente de emendas parlamentares do deputado Vanderlei e do presidente da Alesp, deputado Cauê Macris, serão destinados para as áreas de saúde e social da cidade.

Macris fez questão de visitar o Legislativo para informar aos vereadores Franksmar Messias e Thiago Mascarenhas e aos demais parlamentares a conquista da verba. 

Os deputados Vanderlei e Cauê Macris receberam a confirmação via Governo do Estado

Os deputados Vanderlei Macris (federal) e Cauê Macris, presidente da Alesp, receberam a confirmação da Secretaria de Saúde do Estado, através da Dr. Mirella Povinelli, diretora regional de Saúde, sobre a assinatura da prorrogação do convênio para a finalização das obras do Pronto-Socorro do Hospital Municipal “Dr. Waldemar Tebaldi”. As obras serão possíveis por meio de ação dos parlamentares e totalizam R$ 3 milhões.

O deputado federal Vanderlei Macris, junto ao vereador Dr. José, anunciou na manhã desta segunda-feira (15) investimentos de R$ 1,5 milhão para saúde de Santa Bárbara d’Oeste. A divulgação foi feita em encontro com prefeito Denis Andia, no Paço Municipal.

“Estamos comunicando ao prefeito a liberação de R$ 1,5 milhão para saúde de Santa Bárbara. Sei que a cidade tem uma série de demandas importantes a serem tratadas, mas conversando com Dr. José, era mais importante neste momento uma reposta na área da saúde, buscando melhorar a qualidade de atendimento aos barbarenses”, disse Macris.

O deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP) deu entrada na tarde desta sexta-feira (12), na Câmara dos Deputados, na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para que investigados e réus sejam obrigados a comparecer às Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs). Cento e oitenta e sete deputados assinaram a proposta, protocolada como PEC 115.

Macris explica que alguns convocados têm apresentado habeas corpus para não comparecerem às CPIs na atual legislatura.

O deputado federal Vanderlei Macris anunciou junto ao prefeito Omar Najar, o vice-prefeito Roger Willians, e ao vereador Rafael Macris, na tarde desta sexta-feira, 5, no Paço Municipal, recursos de R$ 1,5 milhão para zerar a fila de consultas médicas em Americana. Também esteve presente na coletiva de imprensa o secretário de saúde, Gleberson Miano.

A verba, já liberada pelo presidente Jair Bolsonaro, deve chegar neste segundo semestre e fez parte do “arrastão da saúde”, realizado pelo vereador Rafael Macris, este ano em Brasília.

O deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP), presidente da CPI do BNDES, esteve em audiência na manhã desta quinta-feira (6) com o presidente do STF, Dias Toffoli, na sede do Supremo. Na pauta, a relação do Supremo com o Legislativo Federal, em especial com as Comissões Parlamentares de Inquérito.

Nas últimas semanas, o ministro do STF, Gilmar Mendes, oficializou dispensa para que investigados não sejam obrigados a comparecer às CPIs. Macris, acompanhado dos deputados Altineu Côrtes (PL-RJ) e Paula Belmonte (Cidadania-DF), relator e vice-presidente da CPI do banco de fomento, respectivamente, comunicou à Toffoli considerar que as comissões de Inquérito precisam manter suas ações de investigação.

Na semana em que comemora 114 anos, Nova Odessa recebeu nesta terça-feira (21) um “presente” antecipado de aniversário: R$ 2 milhões em emendas parlamentares para o município, que foram anunciadas pelo deputado federal Vanderlei Macris (PSDB). Os recursos serão utilizados nas áreas da Saúde e Infraestrutura Urbana. O parlamentar fez o anúncio ao lado do prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza, que esteve hoje na capital federal. No último dia 26 de abril, o deputado já havia anunciado uma emenda no valor de R$ 1 milhão para o recapeamento da Avenida Brasil, do trecho entre a Rodovia Jean Nicolini e a Avenida Ampélio Gazzetta, que soma pouco mais de mil metros de extensão.

O deputado federal Vanderlei Macris se reuniu na tarde desta quinta-feira,9, com o Ministro da Justiça, Sérgio Moro, na sede do ministério, para tratar de questões da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). Na oportunidade, Macris, que é presidente da CPI, solicitou o destacamento de um representante da Polícia Federal para o acompanhamento da comissão.

“O ministro foi bastante positivo em atender nossa solicitação, devido a importância dessa investigação, que trata de bilhões de reais em contratos sigilosos destinados a outros países”, ressaltou.

A Frente Parlamentar Mista José Alencar para o Desenvolvimento da Indústria Têxtil e de Confecção foi relançada na manhã desta quarta-feira (8) na Câmara dos Deputados. Ao transmitir à liderança da Frente, o deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP) destacou sua continuidade na atuação pelo setor, agora no comando do deputado Marcos Pereira (PRB-SP).

Macris liderou à Frente nos últimos dois anos, mas, desde o início (2008), é membro do grupamento. Em sua fala, destacou o trabalho no Congresso Nacional para a manutenção do setor na desoneração da folha de pagamentos, nos debates pelo aperfeiçoamento do Estatuto Nacional da Micro e Pequena Empresa, da Reforma Tributária e nas articulações com os ministros da Fazenda, da Economia, de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e de Relações Exteriores.

Uma comitiva de parlamentares da CPI visitou a sede do BNDES nesta quarta-feira, 17, e foi recebida pelo presidente do banco, Joaquim Levy, e por membros do Grupo de Trabalho

*Clipping

O Estado de S.Paulo - 17 de abril de 2019

RIO – O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) criou um Grupo de Trabalho para atender informações solicitadas pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Câmara dos Deputados, criada para examinar operações do banco de 2003 a 2015, com foco no financiamento à internacionalização de empresas. Uma comitiva de parlamentares da CPI visitou a sede do BNDES nesta quarta-feira, 17, e foi recebida pelo presidente do banco, Joaquim Levy, e por membros do Grupo de Trabalho, informou a instituição de fomento, em nota.

O presidente da Rumo, João Alberto Fernandez de Abreu, foi chamado para audiência pública sobre o compartilhamento da malha ferroviária para o Trem Intercidades. O pedido é do deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP), que teve requerimento aprovado na manhã desta terça-feira (16) na Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados.

No último dia 3, o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, confirmou na Câmara Federal que a empresa Rumo não tem manifestado interesse em ceder a faixa de domínio da linha férrea, mas afirmou que o projeto do governo do Estado de São Paulo tem relevância econômica, o que o "torna amplamente viável".

Investimentos são resultado de emendas parlamentares apresentadas pelo deputado Vanderlei Macris

As entidades Soma (Serviço de Orientação Multidisciplinar para Adolescentes de Americana) e Aequotam (Associação de Equoterapia de Americana) tiveram os investimentos de R$ 300 mil, intermediados via emenda parlamentar do deputado Vanderlei Macris, depositados na conta na tarde desta terça-feira (9).

O parlamentar ressaltou a satisfação em conquistar os investimentos. “Fico feliz em poder colaborar com essas importantes entidades, que são um braço sempre disposto a ajudar a população”, disse.

O deputado federal Vanderlei Macris e o presidente da Alesp, Cauê Macris, recuperaram junto ao Governo do Estado o convênio de R$ 1,6 milhão que havia sido cancelado entre a Prefeitura de Americana e o Governo do Estado.

O anúncio foi feito em coletiva de imprensa realizada na tarde desta segunda-feira com a presença do vice-prefeito e chefe de gabinete do deputado Cauê, Roger Willians, os vereadores Rafael Macris, Thiago Brochi e Odir Demarchi.

O investimento total do convênio, firmado em 2016, era de R$ 3 milhões, sendo utilizado cerca de R$ 1,4 mi. Após o vencimento do prazo em 31/12/2018 pelo não término da obra, o convênio, que já havia sido prorrogado em 2017, foi cancelado.

A CPI do BNDES aprovou nesta quarta-feira (3) as convocações dos ex-ministros da Fazenda Antônio Palocci e Guido Mantega e dos ex-presidentes do banco de fomento, Luciano Coutinho, Carlos Lessa e Demian Fiocca. Todos os nomes comandaram as pastas nos governos Lula e Dilma Rousseff. Para o deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP), presidente da Comissão, a oposição "dormiu no ponto".

"Causou estranheza os membros do PT, do Psol, não estarem presentes na sessão, já que ficou decidido, desde ontem, a pauta da votação. 

Em audiência realizada na manhã desta quarta-feira (3), o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, disse que o governo Federal vai impor a implantação do Trem Intercidades na articulação com a Rumo Logística. A manifestação dada ao deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP), autor do pedido de audiência na Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados.

Freitas confirmou o pouco interesse da concessionária para conceder a faixa de domínio da linha férrea, mas afirmou que o projeto do governo do Estado de São Paulo tem relevância econômica, o que o "torna amplamente viável".

O deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP) foi eleito presidente da CPI do BNDES. A votação aconteceu na tarde desta quarta-feira (27), após a instalação da comissão de inquérito na Câmara dos Deputados.

Macris foi eleito com 19 dos 20 votos, sendo apenas um branco. Segundo ele, se tem “muito a ser esclarecido na política adotada no controle do BNDES”. “Nós vamos dar resposta a sociedade que não fora dadas até hoje. Estou muito confiante que vamos fazer um trabalho de colaboração e investigação bastante aprofundada e de forma transparente para que a sociedade possa ter informações do que de fato aconteceu e a punição dos envolvidos”, disse.

A CPI do BNDES será instalada nesta quarta-feira (27) na Câmara dos Deputados. O início dos trabalhos acontecerá às 15h no Plenário 7.

Com o começo dos trabalhos, serão eleitos o presidente, os vice-presidentes e o relator da comissão de inquérito. O deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP), autor da proposta, informa que, já amanhã, apresentará requerimento solicitando toda a documentação das CPIs que investigaram o banco de fomento na Câmara e no Senado nos anos anteriores.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, será ouvido em audiência da Câmara dos Deputados no próximo dia 3. O convite, do deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP), foi aprovado na manhã desta quarta-feira (20) na Comissão de Viação e Transportes para que o ministro apresente as prioridades para 2019.

Macris destaca que o ministro precisa apresentar sua proposta para o transporte, em especial sobre “as questões das privatizações”.

Líderes farão a indicação dos membros e comissão elegerá presidente e relator para o início das apurações

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), fez a leitura da CPI do BNDES no Plenário da Casa legislativa na tarde desta quinta-feira (14). Agora os líderes partidários farão a indicação dos membros da comissão para a instalação e início dos trabalhos.

O deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP), autor da proposta, destaca que a Comissão Parlamentar de Inquérito será composta por 34 membros titulares e 34 suplentes e, assim que os nomes forem oficializados, será realizada a votação da mesa da comissão e a CPI agilizará a atuação.

A Câmara dos Deputados realizou na manhã desta quarta-feira (13) sessão solene Contra a Corrupção. Para o deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP) é fundamental a fiscalização e a defesa das instituições de controle e a redução do direto ao foro privilegiado.

Membro da Comissão que debateu as Medidas Contra a Corrupção na Câmara dos Deputados, Macris ressaltou a necessidade do aprimoramento de controle e de ações mais firmes para a redução dos casos. “Operações de Polícia Federal e do Ministério Público ajudaram a recuperar bilhões desviados, mas o Congresso Nacional precisa agir à frente, estabelecer legislação que coíba toda e qualquer possibilidade de desvio de recursos”, disse.

Autor do pedido quer investigar Lula. Deputado do PT lembra que empréstimos foram aprovados por área técnica do banco

*Clipping

Câmara Notícias - 11/03/2019

Já foi autorizada pela Mesa Diretora da Câmara a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar contratos internacionais do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Só falta o requerimento ser lido em Plenário para os trabalhos da CPI começarem.

Na manhã desta quinta-feira (7), o governador João Doria esteve em Bragança Paulista para a assinatura de convênio para implantação da Atividade Delegada e inauguração de duas creches do Programa Creche Escola. O deputado federal Vanderlei Macris (PSDB-SP) acompanhou a solenidade.

​O convênio entre a prefeitura de Bragança Paulista e o governo do Estado permitirá a implantação da Atividade Delegada na cidade. Policiais militares, em seus horários de folga, auxiliarão o município em ações de fiscalização de ambulantes e quanto à emissão de ruídos sonoros. Além da assinatura do convênio, aconteceu a inauguração de duas creches, uma no bairro Vista Alegre e outra no bairro Padre Aldo Bolini. Ambas fazem parte do Programa Creche Escola.

*Clipping

BR 18 - 25/02/2019

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), determinou que seja constituída a CPI do BNDES para investigar supostas irregularidades em contratos firmados pela instituição entre 2003 e 2015, especialmente aqueles que envolveram acordos internacionais, como os que foram fechados com Cuba, República Dominicana, Gana, Angola, Equador e Venezuela. O período de investigação compreende exatamente o tempo em que os governos petistas comandaram o País. Os partidos devem indicar os membros da comissão depois do Carnaval.